Governo de Caracas fez apelo enquanto dezenas de diplomatas abandonavam a sala na ONU, para mostrar o isolamento de Maduro. Casa Branca rejeita oferta e insiste que opção militar continua sobre a mesa.    GENEBRA – Num sinal interpretado entre diplomatas como sendo o de desespero, o governo de Nicolas Maduro fez um apelo nesta quarta-feira para que um encontro entre o presidente da Venezuela e dos EUA, Donald Trump, seja realizado para que “uma guerra seja evitada”. O anúncio foi feito pelo chanceler da Venezuela, Jorge Arreaza, durante o Conselho dos Direitos Humanos da ONU. O discurso, porém, foi boicoteado pelo Brasil e mais de uma dezena de países do Grupo de Lima, europeus,… – Veja mais em https://jamilchade.blogosfera.uol.com.br/2019/02/27/maduro-pede-reuniao-com-trump-para-evitar-guerra/?cmpid=copiaecola